Vivemos em tempos superficiais


Devíamos ser menos Insta e mais instantes com quem gostamos.
Devíamos ser menos Touch e mais toques de carinho.
Devíamos publicar menos e viver mais.
Devíamos ser menos redes sociais e tecer mais redes de amizades sinceras.
Devíamos ser menos display e mais dispostos a uma conversa olho no olho.
Devíamos não pensar nos limites de caracteres, mas até onde vai nossa imaginação.

Ao invés de declarar seu amor por um aplicativo de mensagens, escreva uma poesia apaixonada, se encontre com quem ama e fale ao pé do ouvido. Em tempos em que tudo, tudo mesmo é publicado, que tal esquecer todos esses vícios digitais, e viver?

-Raissa Miranda
‹ Anterior Proxima › Página inicial