10/06/2017

Jornalismo | A importância de um novo idioma

Pixabay


Vivemos em um mundo onde as mídias e tecnologias tem feito parte da vida cotidiana de todos nós.

Inseridos nesse desenvolvimento, podemos concluir que a falta de um novo idioma, nos exclui do mercado de trabalho.

Não adianta formar na melhor universidade e após conclusão de curso ser incapaz de concorrer com os grandes em um mundo corporativo.

Não digo grandes em recursos financeiros, e sim em conhecimento.

Falar um novo idioma, principalmente o inglês, é primordial.

No jornalismo, estudamos Zygmunt Bauman e sua visão de exclusão, que pensando bem, faz sentido.

Enquanto lia Vidas Desperdiçadas, achei muito agressivo sua maneira de esclarecer sobre os tipos de exclusão, mas é preciso ler nas entrelinhas.

O idioma também exclui. Isso faz parte da ordem. Como o jornalista quer ir para uma estatal, não preciso ir tão longe, ainda que seja no jornal local, e ser reconhecido pelo seu trabalho, se mal compreende o próprio português? Hoje, só o curso de graduação ainda é pouco.

Daí você me pergunta: E você? Sabe inglês? Repondo: o básico, que mal, mal foi capaz de me ajudar no exterior. E isso me trouxe um despertar enquanto profissional.

Em nossa cidade, há uma escola de idiomas que super indico, a Fernando Idiomas, inclusive meu esposo faz francês lá, e já tem um pouco de base, mesmo que em pouco tempo, para compreender melhor vídeos em francês.

A propósito, em 2018, a empresa em que trabalho, a Carmim Turismo,  estará com saídas para intercâmbio de idiomas em diversas partes do mundo (tarifários disponíveis, a partir de julho de 2017), ótima oportunidade para aperfeiçoamento do idioma.

E se você não tem dinheiro para ir em uma instituição de ensino, ou fazer intercâmbios, há vários videos no youtube que ensinam o b a ba do idioma que você escolher.

Veja no link


Então é isso. Um super beijo da Klissia Mafra e até a próxima.

Pixabay

03/06/2017

Lançamento do livro SHÁKILA - A Batalha Pelo Trono

O lançamento do primeiro livro do YouTuber, jornalista e escritor Gabriel A. Pereira, aconteceu na noite de ontem (02) em Governador Valadares (MG), onde tive a honra de fazer parte desse momento tão especial. Claro! Que minhas intenções era fazer um vlog, porém não resisti em aproveitar cada instante somente com fotos para registrar esse evento tão esperado (Ok, simplesmente meu notebook me deixou na mão depois de ter feito vários vídeos rsrsrs...mas vamos manter a classe, sem contar que cheguei a fazer um roteiro e tava tudo perfeito, maaaass). O evento foi incrível e adivinha quem tava comigo? Isso mesmo, a blogueira e amiga de todas as horas, Klissia Mafra! E pra ficar ainda melhor, mantamos a saudade da nossa amiga Ana Duart ^.^

Josy, Ana, Gabriel, Klissia 
Foto: Josy Assis, Ana Duart, Gabriel Alves, Klissia Mafra

Muuuuuito feliz pelo Gabriel, um amigo e tanto, merece cada detalhe e sua jornada está só começando. Em breve tem resenha aqui no blog, fiquei atentos. Ficou curioso para ver mais fotos do evento? Vai ficar ainda mais curioso para ler o livro assim que ver o vídeo que postei no canal. Assiste aquipara adquirir o livro é fácil, só ir no site da editora Young.
XOXO ;)

17/05/2017

Reflexão | Não criemos pânico

Imagem: Pixabay

A vida não está fácil pra ninguém. Quem disse que seria? Quando a gente nasce, não vem grudado no cordão umbilical um manual de instruções sobre os momentos de adversidades.
 Tem dias que parece que está dando tudo errado, como se o mundo girasse na direção contrária que estamos seguindo. Nada dá certo, e tudo resolve acontecer de uma vez: família, trabalho, saúde, e aquela tecla PANIC começa a bater latente na mente, jogar tudo para o ar e sair gritando feito louco parece a solução. Mas será que é mesmo?
Recentemente na minha vida parecia não ter outra tecla. E sem a gente perceber, o rendimento em tudo começa a reduzir a nada.A vezes é um artigo que você não consegue concluir, uma casa que não deu conta de arrumar, um post que você não conseguiu deixar em dia. O mundo parece ter te dado as costas, a pessoa que você admira te decepciona, acorda mau humorada, daí vai olhar no seu armário e não tinha nada para comer, o seu marido esquece de algo especial, assim as batalhas parecem invencíveis aos seus olhos. Tudo pode se tornar motivo de perder o controle, caso seu espírito não esteja fortalecido. Mas quando a gente para, respira, separa um momento só seu, é aí que vem a oportunidade de limpar o teclado. É nessa hora que você percebe a presença de Alguém sobrenatural, que segura sua mão e tira todo fardo pesado das suas costas. As forças ressurgem, e você mantém o foco.
Há coisas que vem para nos tornar mais fortes, trazer amadurecimento.
Quando a tecla PANIC começa a querer surgir, você já sabe como lidar.
Aproveite o momento e cresça, aprenda com ele.
Não há nada melhor que o presente, o agora ser bem resolvido, afinal, quem gostaria de colher um futuro frustrado, procrastinado, sem esperanças, cheios de envolvimentos passados?
Pense nisso.

''O passado é história, o futuro é mistério, e hoje é uma dádiva. Por isso é chamado de presente!''


01/05/2017

A série ''13 reasons why'' e a sua próxima fita


Oi, sou eu. Josy. Josy Assis. Se acomode, porque estou prestes a te contar a história da minha vida. Mais especificamente, como ela não acabou. E se você está lendo este texto, você é uma das razões pelas quais eu o fiz. Na série "13 reasons why" tem várias fitas e esse texto é como se fosse uma continuação. Bom! Vamos lá... Na vida nada é fácil e devemos nos superar todos os dias, você dúvida? Olhe ao seu redor, veja o que está acontecendo e se envolva. Procure saber porque o mendigo pede esmolas? Porque alguém com câncer insiste em tentar viver? Porque seus pais não te mataram antes de você nascer? Espera ai, o que está acontecendo com você? Porque deixou se influenciar pela mídia? Talvez ela esteja tentando te ajudar, no seriado você pode perceber tudo o que deixaria para trás, seus amores, suas conquistas, seu futuro, tudo isso por achar que as pessoas devem te acolher e te amar, te dar atenção, já viu a teoria de que tudo que você faz de bom, tem um retorno melhor ainda? 


Então tente ajudar um mendigo, alegrar um doente, ouvir os seus pais, entender seu coração, aposto que isso é obra do seu psicológico. Está tudo bem! Eu te entendo, a vida não é fácil, mas nenhum joguinho da "Baleia Azul" vai te ajudar, muito menos ferir seus familiares, sabe essas pessoas que tentam te influenciar ou humilhar? Pensa comigo, a vida delas deve ser bem pior que a sua, elas simplesmente estão tentando te matar, porque tem medo de morrer e não assume rsrsrsrs...querem tirar seu brilho, pegar o seu lugar, porque sabe que você é forte e aos poucos, vão tentando te rebaixar, mas eu acredito em você, sei que pode se superar. Se você acha que sua vida está ruim, imagina a de quem está tentando te controlar, são pessoas infelizes, não sabem o que fazer da "vida" e acha que você também não deve saber o que fazer da sua, mas tenho certeza que vai dar tudo certo.


 Vamos fazer um seguinte? Toda vez que pensar em se matar ou achar que alguém vai fazer algo com sua família, respira, conta até 3, olhe para o céu e sinta como se estivesse livre, pois você está, só não sabe disso, mas se você quiser, pode pegar uma flor e dar para alguém que ama ou melhor, fica pra você, se ame mais, tem medo? Escreva um desabafo, agora pega esse papel e entregue para alguém te ajudar ou melhor, rasga, joga fora esse sentimento e liga para o 141, nesse número você vai perceber que tem pessoas que se importam com você, diga a essa pessoa que você quer se suicidar, não tenha medo, se você tem coragem de morrer, acredito que seja forte o suficiente para assumir isso e se superar, conte comigo. Quer desabafar? Estou a disposição, posso não ter todas as respostas, mas prometo ouvir atentamente e tentar te consolar, mesmo sem saber por onde começar, sei que não está se sentindo bem, jogue uma pedra de lado com toda sua força, mas cuidado pra não acertar alguém rsrsrsrs...você é tão incrível que não consigo acreditar que não ame a vida. 


Fiz esse texto, pois me preocupa saber que talvez a pessoa que poderia mudar minha vida esteja partindo sem ao menos me conhecer! Só por um jogo idiota criado por um infeliz que não deve saber nem furar o todinho com o canudo ou andar com um ovo com a colher na boca sem deixar cair, duvido essa pessoa bater o dedo mindinho sem fazer cara feia e ver vagalumes rsrsrsrs... Então! Eu disse que ia te contar a história da minha vida e como ela não acabou, muito simples, apenas viva e valorize cada segundo, se não estiver em um bom momento, pense, não vou morrer meeeeeeesmo, vão ter que me aturar, sei que nada pode me influenciar e que sou incrível. Eu sou super! Eu sou herói! Agora preciso ir, mas espero que possa contar comigo para uma boa e longa conversa. Espero ter ajudado! Se quiser, pode fazer um texto como esse, porém com um desabafo e continuar essa fita rsrsrs... Achei muito legal fazer isso, abraços! 

20/04/2017

O rock é seu oxigênio? Então não perca o show da Banda OX!

Oi pessoal! Faz um tempinho que não posto aqui, mas agora ''vortei'' rsrsrs...e dessa vez é pra convidar vocês pra ver o show da Banda OX (mãe virei assessora) o evento vai ser depois do feriado, dia 22 de abril às 21 horas e para ficar ainda melhor, vai ter ''bis'' com a Banda Vira Lata's. O repertório é variado, com destaque para o pop rock nacional como Cassia Eller, O Rappa, Rita Lee, Pitty, Nando Reis, Cazuza e Lulu Santos, e músicas autorais.


Os ingressos custam R$ 15,00, mas serão vendidos na portaria do evento a R$20,00 então corre e garanta já o seu ingresso, pois são limitados. A compra dos ingressos esta disponível no local do evento na Avenida JK, n° 3765 no bairro Santa Rita. Hora de respirar um pouco de rock!

Quer conferir o trabalho da banda? Então aperte o play e divirta-se!

23/03/2017

Vivemos em tempos superficiais


Devíamos ser menos Insta e mais instantes com quem gostamos.
Devíamos ser menos Touch e mais toques de carinho.
Devíamos publicar menos e viver mais.
Devíamos ser menos redes sociais e tecer mais redes de amizades sinceras.
Devíamos ser menos display e mais dispostos a uma conversa olho no olho.
Devíamos não pensar nos limites de caracteres, mas até onde vai nossa imaginação.

Ao invés de declarar seu amor por um aplicativo de mensagens, escreva uma poesia apaixonada, se encontre com quem ama e fale ao pé do ouvido. Em tempos em que tudo, tudo mesmo é publicado, que tal esquecer todos esses vícios digitais, e viver?

-Raissa Miranda
Anterior Inicio

Seguidores